11. Caçando Vazamentos

Curtas
& Boas

Caçando Vazamentos

Vazamentos em sistemas de transmissão de calor ocorrem por vários motivos: acidentes, manutenção precária, pessoal mal treinado, falhas operacionais, e assim vai. Mas, na verdade, a alta temperatura de operação e a circulação intensa do fluido estão por trás das principais causas de vazamento:

1. Metais quentes dilatam-se em todas as dimensões. Porcas ficam mais apertadas e tubulações se expandem. Como a viscosidade diminui com a temperatura, o fluido térmico fica bem mais fino (mais fino do que água acima de 200°C). Em sistemas térmicos de um modo geral, é nos flanges e bombas que se detecta o maior número de vazamentos. Por vezes, a incrustação que se carboniza no local veda o vazamento, mas não vale a pena correr o risco. Melhor mesmo é limpar tudo e reapertar as porcas. Se, para realizar esse trabalho, parte do isolamento precisar ser removido, certifique-se de que não há vazamento de fluido encharcando o isolamento por baixo da capa metálica. Ver nosso Boletim Informativo No. 3 - Prevenção de Incêndios .

2. Com base nas “melhores práticas”, observe:

  1. Todas as válvulas de dreno devem estar fechadas ao se adicionar fluido;
  2. Válvulas de bloqueio devem estar fechadas antes de se abrir uma linha;
  3. Verificar sempre o tanque de expansão antes de dar partida;
  4. Manômetros e medidores em geral devem ser instalados de forma que não possam ser arrancados por possível trânsito local (principalmente empilhadeiras);
  5. Selos de bomba com vazamento devem ser substituídos antes que a graxa do rolamento apareça;
  6. Todo equipamento ou acessório deve ser verificado imediatamente ao se notar manchas ou barulhos estranhos.

A série Curtas & Boas é um serviço informativo da PolyChem para profissionais da área de transferência de calor por fluidos térmicos.

Também disponível pelo telefone:
19 2516 - 7171.

Comments are closed.