4. Regulando o Sistema

Curtas
& Boas

Regulando o Sistema

Manter o fluxo de projeto é muito importante para um sistema de transferência de calor. O fluxo pode ser monitorado por medidores específicos, mas uma maneira simples e econômica de manter o fluxo bem regulado é através da instalação de manômetros.

Manômetros não informam dados para o cálculo de fluxos, mas permitem acompanhar informações valiosas para a análise de problemas. Por exemplo, se um filtro “Y” entupir, um manômetro instalado na sucção da bomba detectará o problema antes que fique crítico. Da mesma forma, o mau funcionamento de uma válvula de controle pode ser rapidamente detectado por manômetros instalados na entrada e na saída de um usuário do sistema. Manômetros também podem ser utilizados em outras funções importantes para a performance geral do sistema. Por exemplo, se houver mais de um usuário em um circuito, uma válvula de controle de três vias montada na perna secundária pode equalizar a queda de pressão do usuário.

Manômetros devem ser instalados ao final de um fluxo, no início de um fluxo de retorno, na entrada e na saída do aquecedor, na sucção e na descarga da bomba, e também antes e depois de qualquer usuário do sistema (entre a válvula de controle e o usuário).

Manômetros devem ser sempre instalados com conexões e tubulações suficientes para uma dissipação eficiente de calor. Também, para permitir a fácil remoção de um manômetro para manutenção, a instalação de uma válvula de bloqueio é necessária.

A série Curtas & Boas é um serviço informativo da PolyChem para profissionais da área de transferência de calor por fluidos térmicos.

Também disponível pelo telefone:
19 2516 - 7171.

Comments are closed.